“Deus acima de todos” (?)- preste atenção!

Esse slogan foi acoplado junto com um outro que já existia, chamado “Brasil acima de tudo”; e acabou ficando assim: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”. Se você quiser poderá pesquisar e verá que está relacionado com a Ditadura Militar no Brasil. Mas não é sobre isso que irei falar aqui nesse breve artigo, e sim sobre o próprio significado da expressão.

Basicamente essas duas expressões se tratam de fé religiosa e política, a primeira “Brasil acima de tudo” tem origem política, e a segunda “Deus acima de todos” tem origem religiosa. Dizem que política e religião não se misturam, e isso está correto! na verdade até se misturam e não há problema nisso, o problema está quando uma tenta se sobrepor à outra, ou, quando tenta se fazer passar por fé ou se fazer passar por política. Qualquer política que seja não pode censurar uma determinada religião com o argumento de que esta religião está indo contra o governo vigente de determinada época, é reticente que há controversas nisso, religiões historicamente usam a política como instrumento de poder para perseguir outras religiões, e, quando chegam ao poder, as perseguem. Slogans deste tipo são facilmente aceitos no imaginário do povo que tem fé e que já está cansado de ouvir que a política não presta, alguns políticos podem realmente não “prestar”, mas a política não!

O termo “política” tem origem do grego “ta politika”, e esta, com origem na palavra grega “polis” que significa “cidade-estado”, os seus cidadãos (“politikos”) são e fazem parte dela. Quando a política é banalizada e sequestrada para causas particulares, mais e mais expressões desse tipo são invocadas para serem aceitas pelo povo, inclusive, muitas vezes são proferidas justamente por quem as banalizou, usando-as de forma maniqueísta, para se eximir das responsabilidades e dizer que só o que um cidadão acha que o que é moralmente certo para ele é o que é moralmente correto para todos – é o caso da expressão “cidadão de bem”, muito usado atualmente para dizer quem presta e quem não presta na sociedade. Apesar de isso ser usado para designar quem respeita ou não as leis, para um povo que não tem noção de coletividade e justiça social isso soa até como um oráculo.

Assim funciona a hierarquização da fé, materializada na expressão “Deus acima de todos” e ocultada na expressão “Brasil acima de tudo”. A hierarquização e a ocultação são subordinados, para ninguém saber o que está oculto, precisa hierarquizar; para ninguém saber o que está hierarquizado, precisa ocultar. Para quem ainda não entendeu, é a lógica dos conjuntos sendo pragmaticamente usada para ninguém pensar mais nada fora dessas expressões. As palavras “tudo” e “todos” não são a mesma coisa, o “todos” está relacionado a indivíduos, pessoas e pensamentos; e o “tudo”, como o próprio nome já diz, dispensa apresentações sobre o que ele representa.

A palavra “todos” está inserida dentro do conjunto “tudo”, e ao contrário não. É preciso entender que todos não é tudo! Você está dentro do conjunto Todos e o conjunto Todos está dentro do conjunto Tudo, “Todos” faz parte de “Tudo”, ele não é tudo, é apenas uma parte! Portanto, de acordo com a Teologia, se Deus é o criador de tudo, então como é que o Brasil vai estar acima de tudo? Estaria o Brasil acima de Deus?

Autor: Ricardo Comiotto

Pesquisador autônomo e apreciador de música!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s